quarta-feira, julho 27, 2005

Redenção



Períodos negros não eram doença, mas consumiram o seu ser. Quando ao seu redor escurecia, ninguém via. Agora gritam com desprezo e horror: - Arrastem o corpo do suicida pra bem longe dos nossos olhos! Reajam como quiserem - diria. A cova pode ser rasa, o sono é profundo. Longa vida ao cadáver!

2 Comments:

Anonymous Marília said...

Esplêndido !

4:42 PM  
Blogger Sol said...

Acredito que ninguém chegou perto de entender oque realmente sente um suicida.Ninguém realmente consegue ver o quanto clama por ajuda um suicida.Acho que só sendo um mesmo pra entender isso.É mais facil encontrar mil justificativas para tal ato e depois fechar os olhos diante do pior.Realmente é patético a atitude de nós seres humanos.Temos o dom de curar e de adoecer o próximo,mas a maioria opita pelo mais prático,fechando os olhos e se livrando de todo o mal.Como se isso fosse possível.É LAMENTAVEL!

Muito interessante tudo isso que tu escreveu,Léo.Parabéns pelo texto.
Um beijo pra ti.

9:59 PM  

Postar um comentário

<< Home